domingo, 11 de dezembro de 2016

(FF XV) Capítulo 4: vai ser bom, não foi? lol

O capítulo começa conosco seguindo o Ardyn. O carro dele é chinfrin. Pensei que teria um carrão e nada. Até tem seu estilo, mas... Eu ganho o apito de chamar monstros em algum momento aqui. Estava distraída na hora, não lembro, só que ganhei

Tento parar de o seguir quando posso, mas nada de novo ainda e continuo após uma rápida cgi sobre a Luna. Somente após ganhar mais uma arma do rei tenho o jogo liberado sem Ignis e Prompto e dentro de uma tumba: o Sepulcro do Místico.




Você é um homem ou um saco de batatas? Respondi "Mais ou menos" só para ver no que dava. kkk Noctis levou uma dura e tanto do Gladio. kkkkk

Visual incrível nesta dungeon, como aliás em todas e também os monstros. Animações e efeitos especiais espetaculares!


Sem qualquer alternativa, fui seguindo e entrei em uma luta com o Titã.

Luta prá lá de esquisita, misturada com magiteks. Foi desconfortável isto. Eu estava esperado morrer para recomeçar com alguma estratégia melhor do que esta do "vamos ver no que dá", mas a luta acabou. Eu não matei ele, certeza.

E aí eu ganhei seu símbolo, o que acho que significa que agora tenho este summon, mas não vi explicação alguma além de que eu tinha ganhado seu símbolo.

Gente, isto foi estranho à bessa! Primeiro parecia que ele queria se comunicar comigo, depois começou a nos atacar, daí é derrotado nem sei como e em seguida, em sinal de sua gratidão me dá seu símbolo? Gratidão pelo quê? Por quase matá-lo? Eu heim! hrumm...

E nisto, depois de uma curta CGI, também totalmente inteligível, o capítulo 4 acaba e estou no 5!

Então tá. Vamos lá.

0 comentários:

Posts relacionados: