sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

(FF XV) Capítulo 2 - Parte 2: lotes e mais lotes de quests

Parte 2 - Norduscaen Blockade
Abra a imagem em uma nova guia para usar o zoom e ver maior.

Eu estou lotada de quests para fazer ou entregar e me ocupo com isto antes de fazer a única quest da história aqui, Declaration of War (Declaração de Guerra).

Esta parte foi meio estranha e confusa. Começo a ficar perdida, andando meio barata tonta. Começo a fazer uma coisa e no meio do caminho encontro outra. A sensação é de muito tempo para ficar fazendo estas quests, pegando aqui, entregando ali. E na estrada começam a surgir os magikets. Estou toda hora esbarrando neles quando uso o carro. Isto é meio chato (chato e meio para falar a verdade)

Volto ao Hammerhead nem lembro mais porque, acho que para entregar uma quest no restaurante e a Cindy me propõe sua primeira quest, que faço. Acho mais armas para o Cid, mas nunca tenho o item que ele precisa e assim já estou com 5 armas abertas, a espera de melhorias.

Eu tento limpar meu quadro de missões ao máximo, antes de começar o capítulo 3, mas algumas permanecem, como as das armas, uma da Cindy, uma do Takka e uma do Dave que estão no próximo mapa.

Penso que se não fossem estas quests, se apenas fosse seguindo a história, realmente seria muito rápido, porque são poucas quests da história até o momento. Ao mesmo tempo, fazendo um pouco de cada quest vou perdendo o elo com a história. É como se a história não fosse mesmo importante para o jogo, com as quests se tornando mais interessantes ou atrativas.

Sem muito mais opções, vou ao encontro de Monica e somos divididos em dois grupos. Entramos no lugar infestado de magiteks e segue-se luta após luta até a final com um gigante robô MAX-A.

A primeira coisa que nestas lutas é tentar anular os atiradores que estão em patamares superiores. Eles ficam dando um dano constante e sem eles a vida fica mais fácil. Quanto ao robozão, eu simplesmente vou atacando, tentando de tudo um pouco até a hora em que ele morre.

Ainda não tive que parar para pensar em alguma estratégia. Consegui passar por todos os monstros que encontrei até o momento usando a tática "vamos ver no que dá". lol

Ok... Bicho derrotado e eis me em Duscae, iniciando o cap. 3.

0 comentários:

Posts relacionados: