quarta-feira, 17 de março de 2010

FFXIII - Personagens - Hope

Hope e seu summon Alexander


É impossível não comover-se com a presença de Hope Steheim no jogo.

Desde o nome, Esperança, até sua tenra idade, 14 anos, passando pelo aspecto frágil com cabelos loiros claros e imensos olhos verdes, o jeito manso, um tanto quanto tímido e receoso, mas que em momentos de perigo ou necessidade revela-se de uma coragem e destemor ímpar, tudo em Hope parece ter sido desenvolvido para envolver a alma dos jogadores de uma forma que os personagens adultos não conseguiriam. Por mais que estes sejam muito humanos - e são - é Hope quem nos inspira ternura e afeto. Todos gostariam de ser um de seus pais, o irmão ou colega e estar ao seu lado, protegendo e animando a continuar.

É ele quem nos desperta sentimentos e através deles somos definitivamente fisgados pela estória e deixamos o papel de meros observadores para nos tornarmos parte dela.

Sua estória começa de forma dramática e até mesmo cruel, logo ao início do jogo, quando está com sua mãe, Nora Steheim, no trem que leva os expurgados. Ele foi marcado como l’Cie, devendo ir para Pulse e ela o acompanhará.

Quando os conflitos acontecem, Snow aparece e estimula os civis a lutarem contra a Psicom. Nora deixa Hope, pega uma arma e segue Snow, morrendo logo após em uma explosão, à vista dos olhos aturdidos e entristecidos do menino.

Confesso que fiquei emocionada com esta cena e até mesmo um pouco revoltada, achando-a tão desnecessária quanto a morte da mãe de Bambi, mas revendo ao longo destes dias, é naquele momento que Hope (e por conseguinte toda a estória) laça-nos definitivamente.

Para quem quiser, aqui está o vídeo com a parte em que estes eventos ocorrem (by SplitInfinity): Morte de Nora.

Além deste sentido de humanização dos personagens e conseqüente envolvimento emocional dos jogadores, penso que a presença de Hope no jogo também tem dois outros objetivos:

Primeiro acho que a Square deve estar de olho nesta faixa de jogadores, com idade entre 11 e 16 anos, menor do que os fãs usuais formados por jovens e adultos e a presença de uma criança entre os personagens é um apelo direto a eles.

Segundo e talvez mais importante do que os demais, Hope, por sua idade, pela vida e futuro que tem pela frente, pelo olhar pueril e inocente com que ainda enxerga a vida é a representação da Esperança, em todos os seus amplos significados.

0 comentários:

Posts relacionados: