terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Lara Croft: muito mais que a eterna musa dos games

Eu tenho certeza que você já ouviu falar da Lara Croft. Heroína da série Tomb Raider,  ela é a personagem feminina mais lembrada da história dos Vídeo Games, de acordo com o Guinness Book. Mas qual o motivo te tanta admiração pela personagem? O que faz homens babarem por suas curvas e mulheres suspiraram por sua independência e bravura?


Os homens e as feições de Lara Croft

O primeiro jogo da série foi lançado em 1996, quando os gráficos nem chegavam perto da realidade que vemos hoje, afinal, o mundo não esperava uma personagem tão sensual. E foi justamente isso que chamou a atenção dos gamers: todo mundo quis jogar com a versão feminina e sensual de Indiana Jones – personagem que inspirou o criador de Lara, Toby Gard.

E se os homens já eram atraídos pelo visual da Lara quando os traços eram pesados e repletos de polígonos, com a evolução dos gráficos, ela foi ficando cada vez mais bonita e gostosa, o que ampliou a sua popularidade e ultrapassou os limites do videogame. Tomb Raider – Underword  foi o primeiro jogo da série a utilizar “Motion Capture”, técnica que captura os movimentos de atoreis reais para transformar em um modelo digital, o que trouxe ainda mais curvas e realidade para Lara.

Como se não bastasse, a heroína ganhou uma versão de carne e osso na adaptação dos games para o cinema. E nenhuma outra mulher poderia servir melhor como Lara Croft do que a encantadora Angelina Jolie – cuja beleza lhe rendeu inúmeros títulos de “mulher mais atraente do planeta”.



Lara Croft, a musa inspiradora das mulheres

Lara não é apenas uma “gostosa”. A história da personagem é um pouco mais complexa: ela ficou órfã aos 9 anos, sobreviveu ao acidente de avião que matou a sua mãe e foi criada pelo pai,  o arqueólogo Richard Croft. Após a morte do pai, Lara passou a viajar pelo mundo atrás de relíquias perdidas enfrentando mercenários, animais selvagens e até seres mitológicos.

Com isso, podemos concluir que Lara é uma mulher independente acima de tudo. Em praticamente todas as suas aventuras, a sua melhor companhia são suas armas e seu treinamento de combate. Não importa o perigo, Lara não precisa esperar por um príncipe encantado para resgatá-la de uma torre, afinal, ela sabe sair de lá sozinha!

Mas a heroína também inspira outro exemplo: de que há coisas melhores a se fazer com tanto dinheiro. Ao invés de frequentar baladas da alta sociedade ou gastar fortunas com salão de beleza e plásticas – ok, ela não precisa! -, ela usa seus recursos quase ilimitados para fazer o que lhe dá mais prazer: viajar em busca de aventuras.



Um artefato raro é um item desejado por muito exploradores, pois o preço de uma peça dessa pode passar da casa dos milhões. Mas quem disse que Lara está interessada em comercializar isso? O seu único objetivo é ter a peça na prateleira de sua casa, para que possa sempre admirar e lembrar todos as dificuldades que precisou enfrentar para conquistá-lo.

Definitivamente podemos dizer que Lara Croft não é apenas um personagem de videogame que inspira um belas cosplay. Ela é uma verdadeira inspiração para todas as mulheres.

E se você ainda não conhece as aventuras de Lara, prepare-se, ela retorna com o novo Tomb Raider, que será lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PCs no dia 5 de março.

E você já jogou um dos jogos da série? Quero saber qual é o seu favorito!

Fonte


0 comentários:

Posts relacionados: