quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Dead Space 3 continua assustando, mesmo trocando a escuridão pela neve

Dead Space 3 é um dos games mais esperados de 2013. O terror espacial da Eletronic Arts chega ao seu terceiro capítulo apostando em inovações simples sem perder suas essências. O TechTudo testou a versão demo - que já está disponível para Playstation 3 e Xbox 360 - e traz as primeiras impressões sobre o game:
Dead Space ou Lost Planet?

Logo nos primeiros momentos do jogo, O personagem principal, Isaac, caminha em uma espécie de base no meio da neve. Tanto a movimentação quanto, principalmente, a ambientação lembram muito o título de ação da Capcom: Lost Planet. Isso não chega a ser um problema, muito pelo contrário, dá uma nova cara ao game que apresentou os dois primeiros títulos bem similares.

Desde a apresentação de seu primeiro trailer na E3 2012, Dead Space 3 encanta ao trocar a ambientação escura pela claridade constante das tempestades de neve. E não ache que isso vai tirar um dos grandes atrativos do game: os sustos! A Eletronic Arts soube esconder muito bem seus artifícios, com criaturas que surgem no meio da névoa e aparecem debaixo de um amontoado de neves.


As novidades que agradam

Pode até parecer que muita coisa mudou, mas as novidades foram acrescentadas em doses homeopáticas. Nada de revoluções, apenas umas mexidas aqui e ali, algo que toda franquia em um determinado momento deve apresentar. Embora ainda pareçam tímidas nesta versão demo, devem se tornar constantes no produto final.

O modo multiplayer cooperativo é a novidade mais impactante. Se antes as aventuras de Isaac eram solitárias, agora elas contam com a companhia de Carver. Com ele, o enredo apresenta alguma mudanças, como no momento em que os dois precisam sobreviver a queda de um trator de neve. Você pode conferir todas as diferenças no vídeo abaixo:



Agora alguns inimigos usam armas e atiram, sejam eles humanos ou uma espécie de zumbis-alienígenas. Isso cria uma tenção ainda maior do que quando os necromorphs correm desesperadamente em sua direção. O esquema de acertar seus membros com a Line Gun ainda é a melhor estratégia para o combate. A arma, apesar de ser primária, continua sendo uma das melhores do game.

A utilização da telecinese continua sendo uma alternativa para os momentos de aperto - diga-se: sem munição. Ela também é essencial para concluir os pequenos puzzles da versão demo, e que devem se proliferar no produto final. E por falar em quebra-cabeças, o momento-chave fica por conta de controlar uma espécie de broca gigante enquanto inimigos atormentam sua vida - o que, como podem ver no vídeo, rendeu algumas mortes.


A expectativa só aumenta

Depois de conferir a versão demo de Dead Space 3 podemos concluir que o game dificilmente provocará a ira dos fãs. Pelo contrário, a sensação que fica depois de completar o jogo é de que Dead Space 3 mais uma vez vai figurar como os melhores jogos do gênero e se tornar definitivamente uma franquia marcante na história dos games. E que chegue logo dia 5 de fevereiro!

Fonte

Opinião: A Visceral Game sempre mandando bem em seus jogos, aposto em um Dantes Inferno na próxima geração de consoles.

0 comentários:

Posts relacionados: