domingo, 11 de abril de 2010

Resonance of Fate (End of Eternity): meu próximo jogo


Sega e Try-Ace. Ninguém apostaria nada nestes dois, mas as críticas especializadas são unânimes em considerar este jogo um autêntico e legítimo jRPG, com áreas imensas a explorar, nível profundo de customização dos personagens e armas, que aliás, dizem ser estupendas. Além de todos estes atrativos é um game que se propõe a ter uma interface artística. Talvez alguém aqui lembre de Okami, um rpg em que o protagonista principal era um lobo e que ganhou vários prêmios pela beleza artística (além da qualidade total de lutas, etc...). Bem, parece que Resonance of Fate é tão bonito quanto, embora em outro estilo.

A estória acontece em um futuro distante quando a Terra sofreu uma mudança drástica no ambiente. Por razões desconhecidas, camadas de gases venenosos permearam a terra, o que resultou na quase extinção da humanidade, devido à sua incapacidade de se adaptar às mudanças. Os seres humanos sobreviventes construiram um dispositivo chamado de Basel (uma torre gigantesca cujo nome remete à Torre de Babel), um purificador do ambiente enterrado no solo, que purifica o ar na terra ao redor, e esperam que o resto da Terra também.

A civilização começou a refazer-se em torno de Basel, construindo uma cidade em torno da torre. As classes altas vivem em apartamentos de luxo na parte superior, enquanto as classes mais baixas residem entre os muitos bairros construídos em torno da base e da haste da torre. Por incontáveis anos, está tudo bem, até que um dia o purificador dentro Basel começa a falhar.

Personagens:

Zephyr - Um jovem de 17 anos e o protagonista do jogo. Órfão nascido e criado em creches, Zephyr possui uma visão dura sobre a vida, decorrentes de um ódio de Deus que o conduz estudar tiro na escola. Em sua adolescência, foi descoberto pelo Vashyron e convidado a trabalhar para sua empresa privada Militar (PMF) onde começou sua vida como um soldado mercenário. Nas fotos de jogo Zephyr é visto frequentemente usando um par de metralhadoras.

Vashyron - Um homem de 26 anos que já serviu nas forças armadas, Vashyron abriu sua própria PMF para ganhar a vida. Durante uma tarefa para reprimir manifestantes na adolescência, ele encontra Zephyr e o convida para participar de sua empresa. Vashyron foi uma vez subordinado sob o cardeal durante seus dias militar, e foi o único sobrevivente de sua equipe em uma batalha.

Leanne / Reanbell - Uma bela mulher de 21 anos de idade, com cabelos loiros. Ela chegou perto de perder a vida devido a um determinado evento no momento em que ela conheceu protagonista Zephyr, e junta-se a PMF Vashyron. Na batalha, ela usa os movimentos incrivelmente ágil.

Experiência #20 - Um linda jovem de 19 anos que foi criada em um laboratório de pesquisa, n º 20 é o resultado de uma série de experimentos de teste. ah, Seu corpo foi biologicamente controlado para expirar em seu 20o aniversário. Sabendo que ela tem apenas um ano de vida, a garota escapa da empresa de pesquisa Etasil, com a intenção de desafiar o seu destino, cometendo suicídio. Mais tarde, mudou sua aparência e se tornou conhecido como Reanbell / Leanne, aparentemente vivendo do passado de sua data de expiração.

Não parece interessante? Eu achei.

Tem até download e recebeu nota equivalente à de FFXIII no gamefaqs. Apesar disto não acho que empolgou os jogadores americanos, estando em 86º posição. Porque será? Talvez por ter sido lançado junto com FFXIII e GoW3, dois pesos pesadíssimos. Vamos saber depois que a maioria já tiver jogado estes dois.

Vou ver qual é.

Deem uma olhada no trailer oficial e vejam que tal parece:



Apesar da versão americana já estar a venda, não encontrei o trailer em inglês, só com legenda.

Vídeo com mais lutas, onde é possível observar melhor o sistema utilizado: Lutas

3 comentários:

Magnus disse...

Esse eu vou debulhar com voce moça!

aitinerante disse...

Nem pense em não! >D

Noctis† disse...

Boa Noite!
Nesses últimos dias estava jogando ROF agora estou com 39 horas de jogo, no cap.04 tive que deixar o personagem primario cuidando da estatua ja que esse nao deixa ela se mover, foi facil avançar na dungeon, e não tive muitos problemas com a Calígula. No cap. 05 fiz as side-quest e em seguida fui em direção a dungeon, esse boss nao apresentou tanta dificuldade, usei a dica deixada pelo Bruno. Cap.06 após completar as side quest fui fazer a missão principal sentindo na pele a diferença de jogar com um personagem a menos, não foi dificil pegar a estratégia para passar a dungeon, mas morri ao enfrentar o boss (tri ataque faz falta) bom voltei a luta com balas do tipo incendiarias para o Zephyr e bombas incendiaria para o Vashyron com isso passei o boss (nem percebi os danos causados no boss, morreu bem rápido lol). Não foi dificil completar o Cap.07, já no cap. 08 não gostei muito da idéia de ter um personagem a menos na equipe, mas mesmo assim fiz as quests usando a mesma estratégia usada antes, com isso finalizo mais um capitulo, agora estou no capitulo 09, parei na side quest FEEL BETTER, KITTY DOG! Vou abrir mais rank na arena estou no rank 16 ainda, por isso nao posso comprar munição e acessorios que exigem moedas de prata, mas antes de ir para arena vou passar um tempo dropando hexes azuis na DG do Gelsey. Até mais cuidem-se!

Posts relacionados: