sexta-feira, 15 de março de 2013

PES 2014 terá foco em física aprimorada e novos gráficos

PES 2014 teve alguns de seus primeiros detalhes revelados pela Konami nas páginas da revista EDGE do Reino Unidos. Espera-se que o jogo seja lançado até o final do ano para plataformas atuais como Xbox 360, PlayStation 3, Wii U, PC, 3DS e PS Vita.


De acordo com o desenvolvedor chefe de Pro Evolution Soccer, Kei Masuda, o jogo utilizará uma versão alterada da FOX Engine, da série Metal Gear Solid, com melhorias e ajustes para trazer gráficos realistas e um novo sistema de física para melhores colisões, semelhantes ao do concorrente Fifa. Com isso, o jogo poderá explorar três pilares essenciais: Física baricêntrica, Contato e Simulação de time.


O primeiro pilar do jogo, a física baricêntrica, cria jogadores com massa real e com partes do corpo com pesos diferentes. Um zagueiro pode usar seu peso para desequilibrar um atacante, por exemplo. Já o controle de bola terá um raio 3 vezes maior do que o atual, o que significa que este mesmo atacante poderia dar um toque para frente e se aproveitar de sua aceleração para superar o zagueiro.


á o segundo pilar, de contato, adiciona algo que Masuda considerava um ponto fraco da série, disputas fora da bola. Os atletas agora poderão se acotovelar para ganhar espaço, puxar camisas, as quais agora são objetos por si só e não parte do modelo dos jogadores, e até mesmo tentar impedir que algum adversário tente cabecear usando seu peso e altura para oprimi-lo.

Por fim, o terceiro pilar é a simulação de time, mantendo a importância das formações do grupo, mas também introduzindo a possibilidade de marcação por zona. Isso dará aos times menores uma capacidade defensiva maior, podendo focar-se sem missões específicas. Masuda citou como exemplo a forma como o Celtic venceu o Barcelona na Champions League, com uma defesa mais profunda, e que será possível reconhecer as estratégias dos seus times favoritos.

De acordo com a Konami, todo o segredo da nova jogabilidade é que a física determina a animação e não o contrário, dando uma sensação mais dinâmica que pode revolucionar o controle em jogos de futebol.

Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: