quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Final Fantasy VII e 10 coisas que amo/odeio em Finais Fantasys


A noite começou promissora. Terminei o primeiro CD no dia anterior e ainda sob o impacto dos últimos eventos pensei em ficar um dia ou dois recuperando-me psicologicamente (:D) fora do enredo principal. Planejei pegar algumas enemy-skills poderosas, ver os 4os. limites já disponíveis, chocobos, pequenas quests opcionais à disposição, enfim, vagabundagem. rs

O primeiro passo era sair de Forgotten City e do clima deprimente e voltar ao World Map. Teoricamente seria simples, refrescante, tranquilo.

Primeiro cai em uma vila onde descubro a estória de Aeris e seus pais. Hojo nojento!!! :( Para sair, consigo um snowboard. Justamente o que eu precisava!!! Ar frio, esporte, adrenalina! Perfeito. Confesso que me joguei na pista sem medo de ser feliz. Não dei a mínima para os trocentos tombos, consequência das árvores, muros, bonecos e outros obstáculos que insistiam em ficar à minha frente. Que gostoso! Tem como fazer isto de novo?

Sai em uma área gelada que poderia ser o World Map não fosse a falta de mapa. 4 pontos de saída. Escolhi um e fui em frente. E ando, e ando, e ando e nada do World Map. Retorno à pequena vila de onde saí. Ao menos poderia descer de Snowboard novamente. Ledo engano. Agora caio de volta no labirinto.

Os programadores de game precisam saber de uma coisa: as mulheres não tem a mesma visão espacial (capacidade de visualizar/memorizar mapas e entender localizações) que os homens. E eu, especificamente, sou capaz de me perder entre 2 telas, quanto mais em montes delas.

Conclusão: eu fui e voltei algumas vezes até me render aos gameplayers do youtube. Quando estava chegando no local onde tinha uma matéria All caio desmaiada no chão e acordo na cabana de um fulano que me resgatou da morte certa por frio. Infeliz. Eu pedi, por acaso??? Intrometido. Toca voltar tudo de novo. Pego o All e quando estou chegando na cabana onde está a matéria do summon Alexander, desmaio de novo. Sem comentários. Volto, pego. Ok? Acabou?

Não. Acima da cabana tem algo que eu amo: cavernas. Tem outra coisa que amo além de cavernas: cavernas com inimigos aleatórios a cada 3 passos. Posso falar um palavrão???

Respiro fundo e vou. Muitos minutos depois, mais umas 611 batalhas acrescidas à minhas estatísticas, finalmente chego ao boss. Estou com tanta raiva, mas tanta raiva, que nem sei que boss era, quais os ataques que tinha, nada! Simplesmente ataquei com tudo e matei o mais rápido que pude.

Nem tenho forças para ver se o Word Map FINALMENTE está na próxima tela. Salvo e vou dormir. Que noite!!!

Pessoal sem consideração este da Square-Enix! Pôxa, eu estava traumatizada e sensível. Não é certo!!!

...

Já que comecei a falar sobre o que amo/odeio em Final Fantasys, segue minha listinha:

AMO

1) Tonberry, Cactuar, Chocobos e todos os mascotes que sempre aparecem.
2) Dancinhas inesperadas.
4) Os relacionamentos de amor/ódio entre os personagens.
5) Chegar em uma cidade nova, cheia de dinheiro e esbaldar-me em shops.
6) Bosses opcionais fodaços e áreas secretas
7) Magias poderosas
8) Summons (ainda mais quando estão escondidos)
9) Armas sempre melhores a cada cidade
10) Airships e teleporters (também carrinhos, barquinhos, etc..).

ODEIO

1) Cavernas.
2) Cavernas com monstros a cada 2 passos.
3) Labirintos e áreas sem mapa.
4) Novas armas que melhoram algo e pioram outro.
5) Idem para acessórios.
6) Fases muito longas.
7) Summons muito demorados
8) Falta de gil
9) Não conseguir comprar o que quero porque não vende.
10) Estórias mal contadas.

E você?

0 comentários:

Posts relacionados: