segunda-feira, 1 de abril de 2013

Recado para a ministra: jogos terão selo dizendo que game também é cultura Matéria completa



Depois de gerar polêmica com o assunto, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, reafirmou que os jogos de videogame não serão inclusos no escopo do Vale-Cultura instituído pelo governo brasileiro. Porém, o setor de games se manifestou em relação ao assunto e resolveu lançar um selo que aborda o tema.
A notícia foi divulgada pelo blog Direto da Fonte, do Estadão, escrito por Sonia Racy, e ainda diz que a ministra vai ganhar da Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games (Acigames) um kit com jogos e livros. Tudo porque Marta Suplicy disse que videogame não é cultura, e por isso não será incluso no novo vale.

A declaração da ministra repercutiu tanto que até mesmo um jogo foi criado em sua homenagem, o 'Jogo da Martinha'. A brincadeira, que rola dentro do Facebook, foi desenvolvida pela Napalm Studios em parceria com a Acigames, e tem como objetivo acertar controles, consoles, tablets e smartphones no alvo com a palavra 'Cultura', mas o personagem que representa Marta Suplicy tenta impedir que os jogadores acertem os alvos.

O Vale-Cultura começará a ser distribuído a partir do segundo semestre. Trabalhadores que recebem entre um e cinco salários mínimos poderão receber o vale no valor de R$ 50 mensais através de um cartão magnético, e a quantia poderá ser usada para a compra de ingressos para shows, cinemas, museus, jornais, revistas, livrarias e teatro. A adesão é voluntária, tanto por parte da empresa como do funcionário.


Fonte

0 comentários:

Posts relacionados: